Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. (Mateus 6:12)
Sempre que somos magoados por alguém, sentimos invariavelmente que a pessoa nos deve algo. Da mesma forma, quando magoamos alguém, talvez sintamos que estamos endividados para com a pessoa ou devemos lhe pagar de alguma forma o que fizemos. Tratar os outros injustamente, abusar de alguma forma deles, deixa uma “dívida não paga” no mundo do espírito. Sentimos tais dívidas em pensamentos e no coração. Se os sentimentos de vingança de que os outros lhe devem algo, ou pelo que você lhes deve, ficarem pesados demais e ocuparem o seu coração tempo demais, você provavelmente virá a sentir os resultados nada sadios em seu corpo.
Jesus ensinou Seus discípulos a orarem: “Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos (deixamos para lá, abrimos mão do que nos devem, como também de qualquer ressentimento contra) aos nossos devedores” (Mateus 6:12, AMP). Ele estava falando sobre pedir a Deus para perdoar os nossos pecados, e Se referiu a eles como “dívidas”. Uma dívida é algo que você deve a outra pessoa. Jesus disse que Deus vai perdoar as nossas dívidas – nos liberar delas e agir para conosco como se nunca lhe tivéssemos devido nada. Ele também ordenou que tivéssemos a mesma conduta com aqueles que tem dívidas conosco. Mais uma vez repito que isso pode parecer difícil, mas é muito mais difícil odiar alguém e passar o resto da vida tentando receber uma dívida que o devedor nunca terá condições de lhe pagar.
A Bíblia diz que Deus nos dará a nossa recompensa (ver Isaías 61:7-8). Eu nunca prestei muita atenção a este versículo até alguns anos atrás quando estava estudando sobre perdão e livramento de dívidas. Recompensa é uma palavra chave para qualquer pessoa que foi magoada. Quando a Bíblia diz que Deus nos recompensará, basicamente está dizendo que Ele Próprio vai nos pagar o que nos devem!