4 de agosto de 2012

Sabedoria - Seu fundamento e Expressão







                 Sabedoria - Seu fundamento e Expressão


O temor do Senhor é o fundamento da sabedoria, pré-requisito para a obediênciae o elemento que acompanha o amor ( DT 10.12) Temer ao Senhor e amá-lo não são atitudes antitéticas, mas inseparáveis. O Livro de Provérbios é permeado por admoestações desse tipo. ( Pv 1.7 ; 31.30). Outros livros de sabedoria corroboram ( fortaleceram) esse apelo para temer ao Senhor ( Ec 12.13), os profetas o repetem ( Mq 6.8) e o Novo Testamento retomaessa ênfase em sua descrição do " espírito manso e tranquilo" ( 1 Pe 3.4).
Este " temor" indica uma reverência submissa, e não pavor absoluto Quem rejeita esse temor que inspira a obediência reverente escolhe percorrer o próprio caminho ( Pv 1.31) e se desvia do caminho de Deus ( Is 55.8).
Os resultados prometidos àqueles que temem ao Senhor são bondade, riqueza, honra e satisfação ( Sl 31.19), um relacionamento correto com outros ( Lv 25.17), vida longa ( Dt6.2), misericórida ( Sl 103.7), amparo inabalável ( Pv 14.26) e o cuidado constante de Deus ( Sl 34.7).


Extraído da Bíblia da Mulher ( Leitura-Devocional - Estudo) pg.1001




Eu declaro que vou viver dias de alegria, de paz de saúde, de prosperidade, de amor. Nesses dias, o Senhor mudará a minha sorte e a minha boca se encherá de riso e minha família viverá o melhor de Deus. Em nome de Jesus!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pense

Momentos difícies em nossas vidas podem acontecer a qualque momento. Mas será que sabemos como vamos passar por eles?
Deus amou tanto o mundo de tal que enviou Jesus, através de sua obra redentora podemos alcançar a vitória em todas as áreas de nossas vidas. Restauração familiar, restauração de vidas. Deus quer transformar suas cinzas em Beleza.

"O Espírito do Soberano Senhor está sobre mim porque o Senhor ungiu-me para levar boas notícias aos pobres. Enviou-me para cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros,para proclamar o ano da bondade do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; para consolar todos os que andam tristes,e dar a todos os que choram em Sião uma bela coroa em vez de cinzas, o óleo da alegria em vez de pranto, e um manto de louvor em vez de espírito deprimido. Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantio do Senhor, para manifestação da sua glória. Is 61.1-3".