3 de maio de 2012

Ferramentas de D´us para a cura emocional

Há muito tempo atrás, algo aconteceu que deturpou por completo o caráter, a mente, e a vontade do homem - a entrada do pecado no mundo. Esse fato deixou marcas profundas na alma do homem e a partir daí o mal tomou conta do nosso ser. Todos os problemas da humanidade tiveram origem no momento em que o Homem se afastou de Deus, permitindo que o pecado dominasse, portanto, todos nós estamos vulneráveis a problemas emocionais de qualquer intensidade. Por menor que sejam, todos nós carregamos marcas e feridas em nossas almas que refletem no nosso eu. Escrevo esse artigo como um leigo no assunto, apenas quero falar sobre duas ferramentas de Deus para a cura emocional, que por experiência própria provei de sua eficácia. São elas: A Bíblia e a Igreja.

1. A Bíblia: Em João 8.32, Jesus nos disse “e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” O Conhecimento da verdade é libertador, isso se trata de uma renovação da nossa mente que só a Palavra de Deus pode nos proporcionar, e Jesus deixa claro que é o conhecimento da verdade que nos liberta. Muitos crentes acham que basta ir pra Igreja ouvir o que o pastor fala e virar “evangélico” e então estamos seguindo a verdade. Mas a coisa não é bem assim, o conhecimento da verdade passa pelo estudo regular e sistemático da Palavra de Deus, uma tarefa essencialmente intelectual. É fundamental o conhecimento das principais doutrinas cristãs no processo de cura emocional e auto-conhecimento. Doutrinas como a queda, a graça, e a expiação, dentre outras. É necessária a meditação diária nas palavras escritas nesse livro (Js 1.8). Deus não faz aquilo que nós podemos fazer, Ele colocou as ferramentas nas nossas mãos, agora cabe a nós usá-las, não adianta orarmos cinco horas por dia e clamarmos por cura emocional sem o profundo estudo da Palavra, nunca alcançaremos uma renovação profunda do nosso interior. Estude a Bíblia, leia bons livros teológicos, lembre-se que teologia nada mais é do que a gramática da linguagem do Espírito Santo, compreenda a verdade e sua vida não será mais igual, falo por experiência própria.

2. A Igreja: No processo de cura das nossas emoções, é essencial o relacionamento interpessoal, a graça de Deus precisa ser experimentada na prática. Quero me prender aqui a um principio descrito em Tiago 5.16 que diz o seguinte: “Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados.”
Esse é um principio simples, porém extremamente poderoso para a cura emocional, confessar nossos pecados, nossos conflitos, nossos problemas. Quase dois milênios depois de Tiago, em 1895, Sigmund Freud descobriu algo que ele chamou de “cura pela palavra”, ele percebeu que alguns problemas simplesmente desapareciam quando as pessoas falavam sobre eles. Já experimentei esse principio na prática, não sei explicar como funciona, não sei o que acontece, eu só sei que é extremamente poderoso e funciona. Portanto você precisa ter irmãos confiáveis com quem você possa colocar pra fora tudo que você tem no seu interior. Ultimamente a Igreja tem despertado muito para a importância da cura emocional, mas esse trabalho geralmente é restrito a terapeutas profissionais, porém não precisa ser assim, o terapeuta Hans Strupp afirmou o seguinte:

“A verdade simples e incontestável, na minha opinião, é que se você é anoréxico ou depressivo ou se está passando por dificuldades com pessoas importantes para você, é bem possível que passe a se sentir melhor apenas conversando com alguém em quem você confie.”

O que faz a terapia funcionar é muito mais a transferência que acontece entre paciente e terapeuta, a confiança e a conversa, do que os profundos insights do terapeuta. As pessoas no mundo anseiam por alguém que simplesmente as ouça, alguém com quem elas possam colocar Tiago 5.16 em prática. Portanto o líder espiritual deve conquistar a confiança do discípulo, pois a função de líder é mais do que cobrar a obediência a princípios Bíblicos. Muitos lideres são incapazes de dar um abraço, uma palavra de incentivo, e conseqüentemente acabam não conquistando a confiança de seus discípulos e coibindo-os de externalizarem seus sentimentos, o que acaba por gerar uma obediência meramente exterior, até chegar um ponto em que o discípulo explode e abandona o líder e até Deus, as pessoas precisam mais do coração do líder do que de suas mentes, as pessoas vão lembrar muito mais dos momentos de alegria, incentivo, de encorajamento, carinho, do que de suas palavras de sabedoria, isso que vai realmente fazer a diferença na vida emocional e espiritual do discípulo. Você só obtém cura se externalizar seus problemas, por pior que sejam, fale com alguém de sua confiança sobre eles, talvez esse alguém não vai saber falar uma palavra pra te ajudar, mas isso não importa, o importante é que essa pessoa estabeleça uma escuta empática, se coloque no lugar do outro, sinta os seus sentimentos e o aceite como ele é. É por esse tipo de intimidade que o Homem anseia, mas não conseguindo, o Homem parte para outros meios como drogas, sexo, bebedeiras e outros prazeres da carne. Devemos aceitar mais e condenar menos. Muitas vezes muitos cristãos não expõem seus problemas com medo de não serem aceitos, acabamos por formar uma comunidade de hipócritas onde todos acreditam não terem problemas, até chegar o momento que o que estava interiorizado explode e a desgraça é total, a única coisa que pode curar um dependente químico ou um viciado em sexo, é o amor, as pessoas precisam de um apoio, precisam se sentir amadas para conseguir se libertar dos laços do mundo.
Lembre-se, só duas coisas conseguiram transformar a alma humana: a queda e a graça, portanto nosso dever é transferir essa graça recebida ao nosso próximo, para que possamos nos conectar uns aos outros formando uma verdadeira comunidade, fomos criados por uma comunidade eterna de três pessoas, a trindade, e como tal também devemos viver em comunidade, ame ao próximo, escute o próximo, encontre alguém com quem descarregar seus problemas, alguém que aja como um para-raio, aliviando toda a energia carregada dentro de você. Nosso dever é permitir que o poder curador do Espírito Santo flua através de nós, Jesus disse que do nosso interior fluiriam rios de águas vidas, deixe esse rio fluir. O amor e a compreensão terão muito mais efeitos positivos do que a simples cobrança e exigências.


Bibliografia:
CRABB, Larry. Conexão: O Poder restaurador dos relacionamentos humanos. 2 ed. São Paulo. Mundo Cristão. 1999Eu declaro que vou viver dias de alegria, de paz de saúde, de prosperidade, de amor. Nesses dias, o Senhor mudará a minha sorte e a minha boca se encherá de riso e minha família viverá o melhor de Deus. Em nome de Jesus!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pense

Momentos difícies em nossas vidas podem acontecer a qualque momento. Mas será que sabemos como vamos passar por eles?
Deus amou tanto o mundo de tal que enviou Jesus, através de sua obra redentora podemos alcançar a vitória em todas as áreas de nossas vidas. Restauração familiar, restauração de vidas. Deus quer transformar suas cinzas em Beleza.

"O Espírito do Soberano Senhor está sobre mim porque o Senhor ungiu-me para levar boas notícias aos pobres. Enviou-me para cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros,para proclamar o ano da bondade do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; para consolar todos os que andam tristes,e dar a todos os que choram em Sião uma bela coroa em vez de cinzas, o óleo da alegria em vez de pranto, e um manto de louvor em vez de espírito deprimido. Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantio do Senhor, para manifestação da sua glória. Is 61.1-3".