16 de maio de 2011

2.2 TOCANDO O CORAÇÃO DO SEU TERNO GUERREIRO






2.2 TOCANDO O CORAÇÃO DO SEU TERNO GUERREIRO


Nunca me esquecerei o dia em que descobri que o meu marido tinha focos de ternura em seu interior. O seu exterior parecia tão duro e autoconfiante, que me esqueci de que ele tinha sentimentos. Eu me considerava a única pessoa que tinha emoções em nosso relacionamento. Estava errada. Meu marido é um guerreiro gentil, totalmente masculino, mas ainda assim possui sentimentos que eu posso machucar, e de fato machuco, até mesmo esmago.
Pense no Davi da Bíblia. Este jovem valente levantou-se para lutar contra Golias quando nenhum dos guerreiros o fez. Ele não tinha nada além de uma funda (duas tiras de couro presas à duas extremidades de outra peça de couro, menor, que servia para lançar pedras — N.E.), cinco pequenas pedras e um coração voltado a Deus. Observe o que Davi disse quando o gigante filisteu zombou dele e o ameaçou:
Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu vou a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. Hoje mesmo o Se­nhor te entregará na minha mão; e ferir-te-ei, e te tirarei a cabe­ça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às bestas da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel. E saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão (1 Sm 17.45-47).

Aprendemos na Escola Dominical que Davi arremessou uma das suas pedras contra Golias, atingindo-o na testa, matando-o instanta­neamente (1 Sm 17.49,50). Esta história faz com que eu tenha von­tade de levantar-me e torcer: "Vai Davi, vai!" Ele é valente e seguro da presença e da fidelidade de Deus.
Então volto o meu pensamento a um outro lado da personalidade de Davi. O lado em que seus ternos sentimentos são revelados. Quando o seu exterior duro e seguro se derreteu, e a sua vulnerabilidade veio à tona. No salmo 31 Davi clama a Deus dizendo:
Em ti, Senhor, confio; nunca me deixes confundido; livra-me pela tua justiça. Inclina para mim os teus ouvidos, livra-me depressa; sê a minha firme rocha, uma casa fortíssima que me salve. Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; pelo que, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me. Tira-me da rede que para mim esconderam, pois tu és a minha força. Nas tuas mãos encomendo o meu espírito; tu me remiste, Senhor, Deus da verdade... Tem misericórdia de mim, ó Senhor, porque estou an­gustiado; consumidos estão de tristeza os meus olhos, a minha alma e o meu corpo. Porque a minha vida está gasta de tristeza, e os meus anos, de suspiros; a minha força descai por causa da minha iniqüidade, e os meus ossos se consomem (1-5, 9,10).
Estou convencida, depois de ler todas as entrevistas que coletei, que o lugar de onde Davi derrama esses sentimentos de vulnerabilidade existe em cada homem. Aqui estão alguns dos comentários:

"Tenho medo de minhas fraquezas e sou incapaz de comunicar este medo adequadamente.” - Anônimo [Charlotte, CNJ
"Tenho sentimentos ternos que às vezes são esmagados por pa­lavras de zombaria ou por falta de atenção.” - Phillip [Summerfield]
"Mesmo que vista uma armadura diariamente, sinto que esta tem a finalidade de proteger um terno coração.” — Anônimo
"Assim como as mulheres querem satisfazer às suas necessida­des emocionais, eu também quero. Adoro ser abraçado, amado, es­timado e desejado emocionalmente. Não sou apenas um auxiliar na casa.” - Anônimo
Na obra Four Pillars of a Man s Heart, Stu Weber escreve:
A influência da feminilidade aplicada é, até certo ponto, in­crivelmente determinante. Em cada cultura, em cada época, o poder é impressionante. E perigoso. Como qualquer reserva sig­nificativa de poder pode ser usada para o bem ou para o mal. O seu impacto pode ser construtivo ou destrutivo. Como um rio poderoso, é uma força que pode acionar turbinas e gerar eletrici­dade suficiente para iluminar uma comunidade, uma casa e toda a vida de um homem. Mas indisciplinada e sem controle, pode devastar, desmoralizar e destruir completamente.
Algumas mulheres não fazem idéia de quanto poder real­mente têm, e essas são as mulheres que destroem os seus mari­dos por negligência. Outras mulheres são perfeitamente cientes do seu poder e tomam a decisão consciente de serem grandes controladoras. Mas ainda há outras mulheres, conscientes do poder com que Deus revestiu a sua feminilidade, que deliberadamente decidem usar esse poder somente para o bem.1
Jamais me esquecerei do dia em que vi os sentimentos de meu marido esmagados pelo peso de minhas palavras descuidadas. Vi o "poder" que Stu Weber descreveu sendo usado para o mal, e isso me chocou. Nunca imaginei que poderia causar tamanho impacto sobre meu marido. Agora sei que se realmente quiser conquistar o coração dele, preciso estabelecer como prioridade o entendimento de seus focos de ternura. E, mais do que apenas entender, preciso dar-lhe apoio dizendo: "Acredito em você". Este conhecimento é a chave para tocar o coração do meu guerreiro terno.
Construindo o seu Relacionamento - Use as suas palavras para fortalecer o seu marido hoje. Diga-lhe alguma coisa que você sabe que o seu coração deseja ouvir de você. Você pode até mesmo lhe pedir perdão por ter usado suas palavras de maneira descuidada no passado.
Pensamento para o Dia - Mesmo que vista uma ar­madura diariamente, sinto que esta tem a finalidade de proteger um terno coração.
Anônimo



Eu declaro que vou viver dias de alegria,de paz de saúde,de prosperidade,de amor.Nesses dias, o Senhor mudará a minha sorte e a minha boca se encherá de riso e minha família viverá omelhor de DEus. Em nome de Jesus



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pense

Momentos difícies em nossas vidas podem acontecer a qualque momento. Mas será que sabemos como vamos passar por eles?
Deus amou tanto o mundo de tal que enviou Jesus, através de sua obra redentora podemos alcançar a vitória em todas as áreas de nossas vidas. Restauração familiar, restauração de vidas. Deus quer transformar suas cinzas em Beleza.

"O Espírito do Soberano Senhor está sobre mim porque o Senhor ungiu-me para levar boas notícias aos pobres. Enviou-me para cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros,para proclamar o ano da bondade do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; para consolar todos os que andam tristes,e dar a todos os que choram em Sião uma bela coroa em vez de cinzas, o óleo da alegria em vez de pranto, e um manto de louvor em vez de espírito deprimido. Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantio do Senhor, para manifestação da sua glória. Is 61.1-3".